Maria juliana Silva do Rosário

Apelido: Juju
Idade: 17
1. Quanto tempo de transição?
6 meses

2. Sabe me dizer a textura do seu cabelo?
Não

3. Conte sua historia com seu cabelo.
(conte todo o processo, químicas usadas, bc, se houve apoio e incentivo, bora lá solte as palavras)
R: nunca estava nos meus planos alisar meus cachos, eu tinha apenas 10 anos quando fiz minha primeira progressiva, pôs no meu primeiro dia de aula, tinha um grupo de meninas que sempre falava do meu cabelo, então descido alisar ! Passei muito produtos que não me em a cabeça os nomes !!
Tive apoio da minha segunda mãe rsrs que na verdade é a minha patroa !! Minha mãe por muitas vezes já me mandou alisar novamente ! Mais estou decidida do que quero !!
Fiz meu primeiro BC no dia { 03/09/16 às 10:00 }da manhã !!

4. O que te motivou a mudar e como se sente agora?
o apaixo da minha patroa me ajudou bastante, e quando eu via nas revistas e tv aquelas morenas lindas com seus belos cabelos cacheados, me deu vontade de ter aquilo tudo pra mim! Hoje eu sei oque eu realmente quero, e estou determinada a isso !!

5. Quais os produtos queridinhos do momento e por quê?
Não tenho um específico ainda, mais uso a linha Seda pra cabelo cacheado! E estou amando !!

6. Quais suas referências?
Nadia Santana, a que me dá mais força ! E a blogueira @meninacachos

7. Meu cabelo não é modinha por que…
Nem todos têm a paciência e determinação de querer oque e o seu natural

8. Que conselho você daria as pessoas que estão passando por esse processo?
É difícil ?! Sim e muito difícil mais no final o resultado é super maravilhoso e vai nos deixar feliz ! Eu falo por experiência própria !

9. Entre amigos…
Eu amo a ideia do óleo de côco, eu lavo o cabelo passo o creme de hidratação e em seguida o óleo de côco !! Deixo na cabeça por 15 minutos ! E tenho um resultado maravilhoso !

 

Beijokas e até o próximo post ❤

Aline Cristina da Silva

 Apelido: Line, Pretah, Nega e afins….
Idade: 29 anos

Vamos conversar…

1. Quanto tempo de transição?
7 meses – 1º período, 6 meses – 2º periodo

2. Sabe me dizer a textura do seu cabelo?
Tipo 4C

3. Conte sua historia com seu cabelo.
Brevemente vou contar sobre minha transição capilar que se iniciou em meados de 2013, eu demorei um pouco de tempo para me assumir negra, sabemos que vivemos num pais racista, com todos e quaisquer preconceitos possiveis, aqui tem sim! Claro que tem, e eu fui prova viva disso, sempre vivi num mundo onde eu tinha que ter um padrao de beleza e se fugisse disso, não seria aceita pelas pessoas, por muitossss anos, digo muitossss mesmo, vivi assim, aprisonada pelos meus proprios medos e receios.
Eu tive depressao e devido a isso, meu cabelo caiu, toda quimica que passava no cabelo, não segurava, foi quando decidi mudar radicalmente por dentro e por fora,cortei o cabelo! iria raspar pois já não aguentava mais viver assim, logo eu que sempre fui mega vaidosa com meus cabelos!!! Motivada por um amigo proximo, criei coragem e fui na galeria da 24 de maio, foi ali que tudo comecou , dia 19/12/2014.
Eu não chorei, fiquei me sentindo meio que estranha , pois passava quimica desde meus 12 anos e pela primeira vez, iria me ver natural.
Eu demorei uns dias para me acostumar, sofri muitas criticas, principlamente pela minha familia, muitas “ amigas” se afastaram de mim, no emprego fui demitida, sofri repressao, calunias, de todos os tipos, mas não desisti, fui em variassss palestras sobre emponderamento, movimento feminista, e fui tao amada, e me aceitei assim, do jeito que nasci, e que perca de tempo, eu ter um esteriotipo so para ser aceita pelas pessoas, se o amor proprio não estiver em primeiro lugar….
Já vao fazer 2 anos desde o BC e estou imensamente feliz com meu cabelo, ele exige muito de mim, mas me dedico para fazer meu melhor a ele, o amo como a mim mesma, e sou motivadora daquelas que passaram pela mesma coisa que passei, e o meu recado para aquelas que ainda estao no periodo de transicao e : NÃO DESISTAM! AME-SE! VENERE-SE!

Resumo:
Quimicas: Hidróxidos de Sodio, Lithium, Calcio, Hene,Progressivas de todos os tipos, Pente de Aço
BC: depois de 6 meses, raspei todo cabeça so deixei 2 dedos de cabelo do topo
Apoio: Incentivo dos meus amigos, principalmente o Felipe Araujo
Familia: não apóia ate hoje!
Sociedade: Uns olham torto, outros elogiam, outros nen thum…

4. O que te motivou a mudar e como se sente agora?
Queria me sentir livre! Livre para ir a praia, pisicina, tomar chuva, sair sem ter aquela pressão e opressão de ser quem as pessoas querem que você seja. Hoje me sinsto livre, empoderada e procuro contar minha historia onde eu passo

5. Quais os produtos queridinhos do momento e por quê?
Os que mais tenho usado são os da Salon Line e Makeda. Cremes para hidratação, para pentear, ativador , umidificador e gels

6. Quais suas referências?
Meu amigo Felipe o grande incentivador,se não fosse por ele essa mudança toda não aconteceria, as Bloggers que sigo e são inspiração para mim são: Patricia Avelino, Debora Ninja, Sara Oliveira, Ray Nicacio, Maraisa Fidelis, Gil Vianna

7. Meu cabelo não é modinha por que…
Meu cabelo é Identidade! Não moda!

8. Que conselho você daria as pessoas que estão passando por esse processo?Conselho simples: NÃO DESISTA! AME-SE! VENERE-SE! SE DEIXE CONHECER!

9. Entre amigos…
Minha dica é: conheça seu cabelo! Faça teste, compre diferente tipos de cremes , de diferentes tipos de marcas, as vezes o que e bom no meu tipo de cabelo, as vezes no seu não…eu gosto de variar , entre trancas, penteados, turbantes…E uma mistura que amo e gelatina da salon line e redutor de volume da capilicin, vai que não da erro!

10.Onde podemos te encontrar?
Negaisss, so marcar o lugar e horário que estarei La!

 

 

Que história inspiradora, parabens pela força Aline.
Beijokas e até o próximo post ❤

Luyara de Oliveira

Apelido: Luy
Idade: 19 anos

Vamos conversar…

1. Quanto tempo de transição?
1 ano e 6 meses

2. Sabe me dizer a textura do seu cabelo?
4b/c

3. Conte sua historia com seu cabelo.
Sempre usei meu cabelo natural, porém preso. Até que meu irmão fez um comercial em que ele usava um black, maior que o dele e logo após isso minha irmã decidiu usar o cabelo dela natural também. Minha igreja só tinha preta com cabelo black, comecei a soltar meu cabelo e pouco a pouco criando coragem para me assumir nas escolas e no meu dia a dia. Importante ressaltar que sempre impliquei com meu cabelo, por ele não ser cacheadíssimo. Então, em 2014 vi no Beleza Natural a solução, porém eu odiei o resultado, perdi muito o volume e isso me deixou bem triste, foi ai que decidi fazer bc e voltar com o meu natural, volumoso, com poucos cachos e beem armado! Rs. No começo, depois do bc, tinha bastante paciência para testar cremes, mas ele foi ficando maior e amei o efeito dele com a esponja. Então abandonei os cremes e comecei a usar a esponja. Minha mãe não me apoiou muito, por ela ter o cabelo liso, queria realizar em mim o cabelo cacheado perfeito, mas eu fui firme e focada quanto ao que eu queria. Recebi apoio dos meus irmãos e amigas.

4. O que te motivou a mudar e como se sente agora?
Percebi que sempre gostei do meu cabelo natural, após perder TODO o volume. Definitivamente, aquilo não era o meu cabelo rs. Então, após fazer o bc, fiquei extremamente satisfeita com meu 4b/c

5.Quais os produtos queridinhos do momento e por quê?
Uso produtos geralmente, para hidratar porque não gosto muito de cremes, prefiro passar a esponja nele e armar. Mas gosto muito de Novex, Morte Súbita e as famosas misturinhas caseiras, dão super certo no meu cabelo.

6. Quais suas referências?
Nossa !!!! Quando me empoderei precisei de muitas referências, naõ só relacionadas a cabelo como a estética também. Então não procurei muitas blogueiras, mas sim modelos que fossem do meu tom de pele e que não clareassem a cor com os efeitos dos app. – elas são Nérida Cocamáro(@ncocamaro), Kohcoa (@kohcoa.kibibijaweta), Lupita Nyong’o (@lupytanyongo), Loo Nascimento (@loo_ana), Gabi (@gabidepretas) e como empoderar-se não é só esteticamente procurei adicionar bastante povo preto nas minhas redes Paula Carolinne, Mirela Senna, Lana Vitoriano abriram meus olhos em relação a várias coisas.

7.Meu cabelo não é modinha por que…
Moda é algo momentâneo, meu cabelo é mais que um acessório, é resistência, é minha identidade.

8.Que conselho você daria as pessoas que estão passando por esse processo? Primeiramente, aprenda a se amar do jeito que você é, do jeito que você realmente é. Todos temos detalhes em nós que não gostamos mas é tão prazeroso quando você olha no espelho e se reconhece. A gratidão é enorme, pode ser trabalhoso no começo, mas convenhamos, todo cabelo da trabalho para cuidar, mas depois que nos adaptamos tudo fica mais fácil! Persistam, o resultado é o melhor e vale a pena.

9. Entre amigos…
Gosto de fazer moicano, ou o famoso abacaxi , ou prender de um lado só! Rs. Tenho um amigo que sabe muuuuuitas receitas caseiras, dois na verdade, Jessica Silveira e Matheus Henrique Digalo, eles me ajudam muito nesse quesito porque minha mente não armazena as receitas e a praticidade de perguntar para eles é maior. Rs. Bom, o mais importante de tudo isso, todo esse processo é sentir –se bem consigo mesma(o) busque referências que pareçam com você, entre em grupos sobre cabelo, sobre o povo preto, quanto mais você conhecer mais vai se amar e gostar da sua essência! Se permita! Se sinta!

10. Onde podemos te encontrar?
Facebook Luyara Oliveira
Instagran: @_searchluy

 

Como é linda e estilosa né gente, estou apaixonada por esse volume.
Corre lá, siga a Luy nas redes sociais e de inspire!!!

Beijokas e até o proximo post ❤