Setembro Amarelo – Campanha Não ao Suicídio

Oi gente, hoje quero compartilhar com vocês uma campanha muito importante, parece coisa de outro mundo, na verdade a gente nunca pensa que vai acontecer com pessoas próximas a nós, quando na verdade indícios para esse fim estão bem claro e não conseguimos enxergar.
Eu já passei por isso (um amigo), confesso que até hoje não consigo entender, e dói… como isso dói.
É triste saber o quanto tem crescido o numero de suicídios no mundo e principalmente no Brasil, e mais especificamente no Amazonas, os motivos são adversos, situação financeira, relacionamentos mal sucedidos, problemas familiares e etc

banner_750x220px

Dados alarmantes – De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas se suicidam por ano em todo o mundo. No Brasil são quase 12 mil casos por ano. Para a ABP e o CFM, falta uma política de atenção, com infraestrutura e recursos humanos suficientes, para ajudar quem sobre com stress, depressão e esquizofrenia, transtornos que podem levar ao desejo suicida.

O Brasil é o quarto país latino-americano com o maior crescimento no número de suicídios entre 2000 e 2012, segundo relatório divulgado na última semana pela OMS. Entre 2000 e 2012, houve um aumento de 10,4% na quantidade de mortes – alta de 17,8% entre mulheres e 8,2% entre os homens. Chama a atenção o fato de o número de mulheres que tiraram a própria vida ter crescido mais (17, 80%) do que o número de homens (8,20%) no período de 12 anos. A mortalidade de pessoas com idade entre 70 anos ou mais é maior, de acordo com a pesquisa.
Fonte: www.portal.cfm.org.br
quadropqprevenir

MITOS E VERDADES
 1. Quem pensa em cometer suicídio, realmente que se matar?
A maioria das pessoas que pensam em se matar, na verdade, têm sentimentos ambivalentes. Elas desejam por um fim a um sofrimento.

2. É verdade que as pessoas que querem se suicidar não avisam?
Não. Suicidas podem frequentemente dão ampla indicação de sua intenção.

3. Existem suicídios que não podem ser prevenidos?
Verdade, mas 90% podem ser prevenidos.

4. Uma vez suicida sempre suicida?
Pensamentos suicidas podem retornar, mas eles não são permanentes e em algumas pessoas eles podem nunca mais retornar.

5. Se eu falar sobre o suicídio com a pessoa que quer se matar, poderia está induzindo a isso?
Não. Falar sobre o suicídio e as idéias que está tendo, ajuda a pessoa a se sentir acolhida por alguém que se interessa por seu sofrimento. Vale ressaltar que buscar ajuda profissional é importante após esse momento.

6. A pessoa que ameaça suicídio deseja manipular os outros?
A ameaça de suicídio deve ser sempre lavada a sério. Isso indica que a pessoa está sofrendo e necessita de ajuda.

7. O suicídio é um ato de covardia ou de coragem?
Nenhum dos dois. Na verdade, o que dirige a ação de suicidar-se é uma dor psíquica insuportável.
 Fonte: Cartilha Informativa “Suicídio: conhecer para prevenir”


“Conheço alguém que está pensando em cometer suicídio”
 Se você suspeita que alguém próximo à você pensa em cometer suicídio, tente se aproximar e:

• Pergunte se o pensamento existe e em que nível;
• Se já houve planejamento e como;
• Procure ouví-lo atentamente;
• Tente compreender os sentimentos dessa pessoa;
• Expressar respeito pelas opiniões e pelos valores dela;
• Converse abertamente;
• Demonstre sua preocupação, seu cuidado e sua afeição para com ela;
• Procure conversa com a família, amigos ou rede de apoio dessa pessoa;
• Caso a pessoa tenha acesso a métodos suicidas, como armas e remédios, remova-os imediatamente.
• Oriente e ajude a buscar ajuda na rede de saúde mental de sua comunidade e/ou outros equipamentos e órgãos; CAPS,Posto de saúde, Clínica-escolar, CVV, ONGs e etc.
Fonte: Cartilha Informativa “Suicídio: conhecer para prevenir”

Acredito que todos nós temo um vazio do tamanho de Deus, que somente Ele pode preencher, já estive dos dois lados da moeda, quando era mais nova, era muito apegada ao meu pai, e minha mãe não gostava muito disso, mesmo porque meu pai é alcoólatra e vivia comigo pra cima e pra baixo comigo, por conta disso meus pais brigava direto, na verdade minha infância na maior parte dela a imagem que me vem a cabeça é deles dois brigando, enfim nesse período eu coloquei na cabeça que meu pais não gostavam de mim, principalmente minha mãe, depois que minha irmã nasceu isso ficou pior, juntava meus pensamentos ruins com o ciumes (coisas de crianças), ai pronto, obviamente minha mãe de uma certa maneira dava mais atenção a minha irmã, primeiro porque ela era menor (hoje eu entendo isso) e depois porque minha irmã era muito apegada a ela, mas isso me causava muito incomodo, lembro que quando tinha 7 anos eu levantei no meio da noite e peguei minha lancheirinha e ia abrindo a porta , na minha cabeça eu ia fujir de casa… (sim, lembro como se fosse ontem kkkkk), minha mãe me pegou no meio do quintal, ela conversou comigo mais aquele sentimento não saia, minha mãe nunca fi muito boa de conversa, tem um temperamento muito forte e não e levem a mal, amo minha mãe e tenho parte da personalidade dela, tudo que sou hoje devo as NÃOS dela, mas é um pouco mais fácil quando se tem um certa abertura pra conversar.
Enfim o tempo passou, aos meus 12 entrando na adolescência, com a cabeça cheia com os “problemas” dos meus pais, o preconceito na escola (negra do cabelo crespo), e como disse em postagens anteriores crianças as vezes são muito maldosas, confesso que esses tipos de pensamentos (suicídio) permeavam a minha cabeça, lembro muito bem minhas voltas pra escola andando pelo meio da rua, não comia direito enfim… Foi quando minha mãe se converteu e começou a levar eu e minha irmã pra igreja, era muito nova, mas sempre fui esperta, e entendi  que acontecia nos cultos e me interessava… até que um dia ouvi falar do amor de Deus pra minha vida, e seus planos, orava todos os dias (nova convertida), com o tempo percebi a mudança no meu lar, meus pais já não brigavam tanto, eu e minha mãe nos  entendemos e depois de uma longa conversa os pensamentos foram embora… Essa é uma das diversas fases que já passei, e sei que não era mais para eu estar aqui…
Agradeço a Deus pela oportunidade de poder respirar todos os dias…

O assunto é muito serio,  e por isso merece toda nossa atenção.
Fique atento as atitude de seus amigos, ouça-os, seja amigo e se importe, sobre tudo apresente Jesus, (e isso faça a todos), quem melhor dos amigos pode auxiliar e dar sentido a nossa vida?

Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” Gálatas 5:21
Me perdoem pelo tamanho do post (sei que alguns não vão ler até o final), mas precisava falar ou melhor escrever rsrs
Obrigada por me ouvir, ou melhor me ler rsrs
Participe da campanha #acreditonavida
Beijokas

Anúncios

15 comentários sobre “Setembro Amarelo – Campanha Não ao Suicídio

  1. Nossa, que lindo seu testemunho! Deus é fiel e os sonhos dEle são bem maiores e melhores dos que os nosso! Fico feliz por você ter conhecido o incondicional amor de Deus!
    E como você eu também agradeço a Deus todos os dias pelo meu respirar, pois se não fosse a sua mão que me livrou da morte que eu mesmo busquei pela insuportável dor. Esse amor me salva todos os dias!
    Esse é um assunto muito serio e me doi muito saber que tantas pessoas passam por isso, só oro ao Senhor para que a mesma Graça que recaiu sobre mim alcance também essas pessoas e carrego em meus braços as marcas que seriam de morte, mas que Jesus tomando meu lugar as transformou em vida…
    Obrigada por nos informar sobre o assunto. Beijos e que Deus continue abençoando vc e sua família.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Consegui ler seu post todo agora…Lamento muito por tudo que já passou.Graças a Deus você teve um encontro com Ele e tudo mudou. Estamos sujeitos à muitas adversidades e as coisas só tendem a piorar. Mas com Jesus no barco, tudo valerá a pena. Beijos querida :*

    Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa! Brasil em 8º lugar?! Assustador!!! Acho que a maioria das pessoas já tiveram em mente o suicídio, nem que fosse apenas uma imaginação… Isso é comum quando as coisas estão dando errado e o inimigo faz de tudo para desistirmos, né?! Mas a fé sempre salva, tem que sempre pensar que, por mais que as coisas estejam indo super mal, vão dar certo um dia, basta ter paciência e maturidade para aprender! É como aquela frase “clichê”: “depois da tempestade vem o arco-ires” hehe beijão ♥

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s